sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Feliz Natal!

Só queria desejar um ótimooooooo natal para todo mundo!!

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Rio, uma cidade encantada

"Cidade maravilhosa, cheia de encantos mil... Cidade maravilhosa, coração do meu Brasil."
A música ecoava em minha cabeça, enquanto imagens daquela última noite em Copacabana passavam como filme em frente aos meus olhos.

Feijoada e caipirinha... ô, vida boa... Sinto falta do sol, das praias paradisíacas e do pão-de-queijo servido quentinho à beira da piscina do hotel.

Lembro-me perfeitamente do "absurdo" que é a vista do Pão de Açúcar e do Corcovado... Ah, como era engraçado quando meu português fajuto na servia para nada...

São nessas horas que recordo das palavras do meu pai, cariosa como o Cristo Redentor. Ele dizia que passou por uma situação inversa à minha, quando se mudou para cá, Londres, e ninguém o entendia.

Sinto o calor me abraçando ao pensar nos passeios às praias e aos parques do Rio. Ouço o canto dos pássaros se sobressaindo à gritaria e confusão dos bares e becos de lá.
Se até o Sting (vocalista do The Police) já declarou seu amor pelo Rio de Janeiro, por que eu não posso?

Minha mãe acabou de gritar lá embaixo, acho que preciso arrumar minhas malas. Afinal, é hoje que embarco rumo à cidade dos meus sonhos, uma cidade encantada.

Coloquei os fones de ouvido, que tocavam o seguinte verso: “O Rio de Janeiro continua lindo…”


__________________________________________________________


Redação do projeto "Folha Dirigida" com o Tema: Rio em prosa e verso.

Não ficou a melhor redação que eu já escrevi, mas... É isso :}

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Game Over

Ela não tinha o direito.
Acabar com a vida dela acabou com a minha também.
Eu sou culpada, sei que sou.
Nada pode tirar isso de mim.
Sou única e exclusivamente culpada.
Ótimo, agora quero me matar também.
Então espere, vou ali tomar uma caixa de calmante...



Mas... de que adianta nos esforçarmos para fazermos tudo certo, se... A vida sempre acaba .-.

sábado, 31 de outubro de 2009

Today is for tricks...

Happy Halloween!



Tricks or Treats?




















E... talvez meu maior defeito seja mesmo esperar demais das pessoas...

sábado, 24 de outubro de 2009

Ecológica ou financeira?

Almoço no Japonês: R$ 27,83 com Visa
Jantar no Outback: R$ 39,50 com Visa
Chococcino na Kopenhagen: R$ 8,50 com Visa
Placa de rede do computador: R$ 30,00 com Visa
Meia hora na Starbuks com as amigas: R$ 17,80 com Visa

Éééé, nem mais "meia hora com as amigas" saí de graça.
O mundo virou um relógio capitalista.
Tempo é dinheiro.
E dinheiro custa caro.
Então o tempo custa caro?

O mundo socialista era uma fraude.
A Elite sempre ganhava mais.

Mas o mundo capitalista também não tem suas Elites?
Somos parte da Elite por morar nas partes nobres da cidade?
Somos parte da Elite por viajar nas férias?

Afinal, o que é a Elite?
Ricos.
Podres de Ricos.

Ou...
Aqueles que lutam para salvar o Planeta.
Aqueles que salvam os estragos feitos pela pseudo-elite.
Aqueles que salvam baleias e golfinhos.
Aqueles que poupam a vida de tartarugas.
Aqueles que são a favor do racionamento, porque as pessoas não se conscientizam.

Uma Eco-elite, ou uma Rica-elite?

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Secretos de la luna llena


Yo estava sola. Con sinceridad, las personas de allí no me agradaban. Eran tan torpes... ¿Celebrar la muerte? Ni les pasaba al pensamiento cómo era horrible morir.

Nada me hacía entender la verdadera razón de ser feliz. Me gustaría gritar para expresar un antiguo dolor, pero mi voz débil y la incapacidad de tener emociones no me dejaron.

Yo tenía un secreto. La razón para no aproximarme de las personas del mundo. Ni mismo las iguales a mí podrían saber. Era muy malo. Muy dolorido.

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Flores, Amores, e Blablabla

Às vezes quero ficar sozinha, me isolar de todo mundo. Quero apenas o canto dos passarinhos, um violão, um pedaço de papel e uma caneta. Nesses momentos, quero inspiração, quero sonhos, quero música, quero vida em palavras.
Nessas horas de solidão, quero me lembrar daquela briga, saber o que fiz de errado, lembrar as palavras amargas que disse sem pensar.
Quero paz, mas ao mesmo tempo, quero o inferno na minha frente. Quero brigas, quero gritarias e palavrões.
Insana, eu? Nunca.
Quer dizer. Talvez.
Momentos de fúria rendem bons versos pra uma canção.
Mas tudo isso troco pelo seu sorriso. Troco por um dia mais que você fique ao meu lado.

"Eu preciso de você pra sempre. Fica comigo até lá?"

Fico. Com você eu desco do céu ao inferno. Faço gelo virar fogo. Digo seriedades em forma de brincadeiras. Porque com você é assim, o ruim fica gostoso. As horas decolam do momento em que te vejo pela primeira vez até aquele em que você vai embora, me deixando só.


Quero um relógio que transforme 24 horas em 30. Quero uma lua tão grande que encoste no topo do morro mais alto. Quero que as estrelas sejam olhos que nos vigiam. Quero as nuvens feitas de algodão. Quero um céu imaginário, com grandes portões dourados na entrada.
Quero também, se não for pedir muito, um amor de criança: inocente, puro, verdadeiro.
Aliás, quero voltar a ser criança.

Quero uma rosa amarela,
Um girassol vermelho,
Uma orquídea azul.

Quero a vida de cabeça pra baixo.
Quero tudo.
Não quero nada.


Quero um circo daqueles com mágico e palhaço.
Quero um leão que faça carinho.
Quero apenas um amor de mãe.

É... é isso... Quero que tudo volte a ser como era antes. Antes de eu ter que me preocupar com o que será de amanhã.

terça-feira, 6 de outubro de 2009

"Nem ordem ENEM progresso"


FINALMENTE achei uma matéria que acho DIGNA de entrar nesse blog. Não, eu não morri. Vaso ruim não quebra, no fim das contas. Voltei, reapareci, ressurgi das cinzas!


Não sei se todo mundo ficou sabendo, ou se passou em todos os jornais, mas ontem (meu aniversário de 18 anos!) houve uma passeata de muitos jovens (não foram só 200 como o noticiário tendencioso cisma em dizer. Foram BEM MAIS) no centro da cidade do Rio de Janeiro, reclamando sobre a FALTA DE ORGANIZAÇÃO do MEC, em relação ao novo ENEM.


Para quem não sabe, as provas do novo ENEM foram adiadas (iam acontecer no fim de semana que passou: 3 e 4 de Outubro) porque houve o vazamento das questões.

Nós não protestamos porque o ENEM foi ADIADO. O vazamento das questões foi apenas a GOTA D'ÁGUA de um copo que vem se enchendo desde que disseram que iam fazer essa modificação louca, mais ou menos no meio do outro semestre. Um descaso absurdo com os estudantes do terceiro ano de 2009 que passaram a vida toda estudando para uma espécie de vestibular e em cima da hora tem que mudar tudo!

NÃO SOMOS PALHAÇOS, NÃO SOMOS MARIONETES! Nós queremos ser ouvidos, ser vistos! Queremos opinar no que diz respeito a nossa vida, ao nosso futuro! Nós queremos mudança sim, mas queremos mudanças CONSCIENTES! Queremos as coisas bem feitas, DIGNAS. Queremos ORDEM e PROGRESSO!

E quem não está a nosso favor, não está vendo a causa do ângulo correto. Impossível que aceitem o fato da elite da juventude brasileira estar sendo manipulada e submetida a outorgação de um novo sistema de entrada em faculdades, sem nem mesmo ter sido consultada sobre o assunto. O futuro é nosso, no fim das contas. Quem está no meio da confusão toda, somos nós. Por vezes, mais perdidos que cego em tiroteio! O pouco caso que o MEC e o governo estão fazendo do terceiro anista de 2009 não está no gibi! O jovem brasileiro quer ser ouvido. E eu aposto que ele vai conseguir, mesmo que tenha que fazer um protesto por dia. Se é só desse jeito que o governo nos escuta, é assim que vai ser feito!

Chega de passividade. "ME Cansei de lero-lero". Tá na hora de todo estudante pintar a cara e se por na rua. Tá na hora de mudar, revolucionar tudo que a gente acha errado. Chega de deixar pra depois, de protelar. É agora ou nunca, ou vai ou racha.

É ASSIM QUE SE COMEÇA UMA REVOLUÇÃO!

Fica a dica.

Vídeos (que passaram na televisão - Globo) sobre o movimento:

[detalhe que eu apareci nos dois, mas relevemos]

http://rjtv.globo.com/Jornalismo/RJTV/0,,MUL1330407-9099,00-PROTESTO+DE+ESTUDANTES+CONTRA+ADIAMENTO+DO+ENEM+ENGARRAFA+O+CENTRO.html

http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM1136483-7823-ESTUDANTES+PROTESTAM+NO+CENTRO+DO+RIO+CONTRA+ADIAMENTO+DO+ENEM,00.html


Um beijo grande da sumida (que sempre retorna),
Clara

domingo, 4 de outubro de 2009

Nada de importante .-.

"- E então, reivindica todos os seus poderes? – Deus perguntou-me.
- Sim – respondi com cautela, medindo cada palavra que pronunciava.
- Em nome de quem? – Ele perguntou novamente, seu olhar frio atingindo-me.
- Do amor. – O silêncio caiu sobre nós. Ninguém estava preparado para essa resposta."



Beijooos ;**

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Meg Cabot - Rio de Janeiro


Mais do que um sonho, realidade. Sem palavras. Totalmente.


segunda-feira, 7 de setembro de 2009

O que é o amor?


- O amor é como um câncer. Ele vai te corroendo aos poucos, e leva tempos - anos, quem sabe? - para descobrirmos. Quando, enfim, o fazemos, já é tarde demais para se voltar atrás. Cada partícula de nosso ser já foi tomada por esse sentimento que só faz crescer. E o pior? Só percebemos quando vemos o quão importante a pessoa é para nós, justamente nos momentos em que mais necessitamos dela.
- E a paixão?
- Ao meu ver, é como uma gripe. Passageira, porém violenta. É avassaladora e causa estragos uando mal administrada.
- Você já se apaixonou alguma vez?
- Sim. Toda semana eu me apaixono por alguém diferente. Tudo depende do meu humor. Ah, e geralmente me desapaixono num piscar de olhos. Simples assim.
- E já amou alguém?
- Sim...
- Com a mesma facilidade e frequência com que se apaixonou?
- Não. Apenas uma vez...

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Outro dia desses...

Outro dia (ano passado), eu estava pensando (na verdade estava quase dormindo) e escrevi o seguinte (digitei XD):

"Às vezes não nos damos conta de que sonhar é a única maneira de nos libertarmos por completo de um mundo repleto de impostores e corruptos."


Afinal, o que é esse Brasil, se não um país governado por gente pra lá de corrupta?
Ok,ok não sou ninguém para julgar. Mas posso dar minha opinião, certo?
Não gosto e pronto, não há quem me faça mudar de idéia u.u E tenho dito.

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Poema de amor para alguém aleatório

Eu quero alguém em quem possa confiar.
Quero alguém o qual possa amar.
Não quero, mas preciso de você.
Mesmo que nunca ti chegue a saber.
Obrigada por sempre me ouvir.
Mesmo quando chorei
Às vezes de tanto rir,
Outras porque sabia que errei.
Eu te amo.
Mais do que isso.
Amo há varios anos.
Pode apostar nisso.



Um beijo e um abraço. Uma barra de chocolate e um bombom de cereja. Com amor, carinho e doces adocicados.

sábado, 22 de agosto de 2009

FeltBeats

Time Well Spent Medley

Primeiro, deixa eu dar todos os créditos ao Tom Felton - voz e violão - pelo vídeo. Peguei a música no próprio canal dele do Youtube. (http://www.youtube.com/user/feltbeats)

Ahh meu Tonzinho *--*

Bem, estou falando com a YAs e postando aqui *-*

e vou mandar o link de outras músicas dele *u*

- Right place, Right time (http://www.youtube.com/watch?v=yC8KZShUUjk&feature=related)

- One of these days (http://www.youtube.com/watch?v=diF-KxhF8yw&feature=related)

- Time well spent (http://www.youtube.com/watch?v=m53IZArgFwg&feature=related)

- When Angels Come (http://www.youtube.com/watch?v=yIEhd0MCnxY&feature=related)

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Ajude um filhote..

Bem, só queria deixar aqui o meu pedido paraque vejam o vídeo abaixo:

http://www.youtube.com/watch?v=2DR6XqBKkSM


- É fundamental que vejam no youtube, pois, para cada view, a Pedigree vai doar um prato de comida para um filhote desabrigado.

Meus filhos não vão para a escola.


Isso mesmo. Meus filhos não vão para a escola. Não vale tanto a pena assim.

Professores malvados, paixões não correspondidas, meninas vingativas, amigos traidores e MUITA lição de casa.

Eu posso ensina-los a ler, escrever e meu marido vai ensina-los matemática e um pingo de ciências/geografia. Eu fico com história.

Viveremos aprendendo coisas, sem provas. Sem trabalhos em grupo. Sem cadeiras desconfortáveis. Sem escadas intermináveis e sem recreios curtissimos. E sem fofocas malignas. Ah, e sem comidas estranhas no refeitório.

Eles não merecem esse tipo de coisa. NINGUÉM merece. Não vale a pena, sabe? Eu não preciso saber como ver a semelhança de dois triângulos. Ou entender a diferença entre fenótipos e genótipos. Ou compreender a lógica do capitalismo monopolista financeiro. E QUAL É a utilidade de uma oração subordinada substantiva objetiva indireta? Hein? HEIN?

Meus filhos não vão precisar saber dessas coisas inuteis. E eles serão MUITO inteligentes. Mais inteligentes que qualquer coitado sentando em uma cadeira-desconfortavel com um menino chato-e-irritante na frente, ocupando a visão.

E não vão ter mapa de sala. Poderão sentar onde quiserem.

Eles serão inteligentes. E felizes. E bem sucedidos.

Revoltei.

Ah, quer saber? Se eu ja estou a oito anos sentada uma cadeira desconfortavel com um menino chato-e-irritante na frente, ocupando a visão, meus filhos também podem passar por isso.

Se eu aguento, eles aguentam. E eu aguento. E aguentarei por mais três anos. E depois por mais uns quatro.

Ainda assim, meus filhos não merecem ir para a escola.

Bem, é... Conto da Mari

ooo Maldito téédio no meio da tarde i.i (e daí que eu tinha que estar estudando? e daí que to cheia de dever do inglês pra fazer? e daí, e daí?)


Bem, as palavras de introdução da Mel (até porque eu não tinha realmente nada pra postar aqui), seguirei seu exemplo e postarei um pequeno conto meu aqui.
É pequeno, prometo :}


Um última esperança... que nunca morre...


Passei a mão sobre seus olhos, fazendo com que os mesmos se fechassem. Era a última vez que tocaria sua pele, já fria é pálida. Foi a vez de passar os dedos sob os meus olhos e enxugar uma lágrima que teimava em cair. Levantei e empertiguei o corpo, pronta para sair daquela sala cinzenta e ainda mais do que fúnebre.


- Você está bem, querida? – Vozes repetiam essa mesma pergunta inúmeras vezes, assim que eu saí do quarto.


A resposta era sempre a mesma:


- Eu ficarei – num murmuro baixo e acompanhado por um falso sorrisinho amarelo.


O vestido preto, assinado por Christian Dior, estava pesado e ligeiramente amassado. AS luvas, de renda preta, foram devidamente retiradas e guardadas na pequena bolsa-carteira, que eu empunhava.


A família dele se isolara em um canto ao longe, evitando os amigos e se consolando na dor mútua.

Um buquê de flores do campo apareceu em minha frente e mãos calorosas apertaram confortadoramente meus ombros.

- Achei que fosse precisar de um leve toque colorido no dia de hoje – disse a voz, perto dos meus ouvidos.

Ouvidos esses que estavam cansados de ouvir lamentos ininterruptos, preces esperançosas e, depois de um longo tempo de sofrimento, aquele último suspiro aliviado.

- Talvez você tenha acertado – surpreendi a mim mesma por apresentar uma voz calma e confiante.

Alguns homens e poucas mulheres me acompanharam pela saída do hospital. O dia, antes de um céu claro e um sol estonteante, se verteu em espessas nuvens cinza. O tempo se tornara instável, sombrio... imprevisível.

Entrei no banco do passageiro do meu próprio carro, mas não me importei em saber quem estava dirigindo, ou para onde estava me levando. Tudo o que eu queria, e precisava, era me afastar daquela suntuosa construção de mármore branco. Meu corpo clamava pela minha cama, mas não sabia se meus olhos suportariam a visão daquele cômodo.

Quando dei por mim, estava em meu antigo quarto, na casa de minha mãe. As bonecas jaziam esquecidas em uma estante, enquanto os livros permaneciam perfeitamente empilhados e organizados numa segunda.

Talvez fosse bom adiar a realidade por mais um dia… ou não.


***


Bem, seila... Viram? Foi um MINI conto! *-*
Obrigada a todo mundo que leu e... comentem! *-*

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Conto da Mel

Oi, pessoas e pessouos!

Eu só estou postando porque muita gente posta e eu tenho que continuar aqui, para que vocês lembrem que eu existo, sabe?
E eu pensei em escrever sobre MUITAAAAS coisas. Desde "o prazer de escrever e ser reconhecido", "o que é de uma escritora sem seus leitores" e "a trilogia Fronteiras do Universo", até "como eu odeio a escola". Mas não tenho tempo para escrever sobre nenhuma dessas coisas. Um dia eu escrevo e posto. Hoje não vai dar.

Tá, tá, tá. Tenho que parar de agir como uma completa maluca.

Eu vou postar um conto que eu escrevi. Pode, né? *olha para a Marii*

É meio malvado. E macabro. E... e... bom, leia e comente.





Não Sofra Por Mim....

...Não Vale a Pena




_Ah... Eu vou fazer você esquecer, Nicolas. E como eu vou.. – murmurei lentamente, com meu olhar fixo na faca que repousava sobre a mesa.

Havia chegado à hora, finalmente, eu estava pronta. Depois de todos aqueles anos, lutando por seu amor, por seu carinho, por sua atenção... Depois de tantos anos sofrendo, consegui te enfeitiçar, te apaixonar.

E agora, por amor, iria livrá-lo deste sofrimento. Deste sofrimento que é amar e não ser amado, querer e não ser querido. Sonhar com aquele que não lhe quer bem.

Você, querido, seria eternamente agradecido ao bem que te farei. Ah, e como será.

Já pensou? Impedirei você de continuar pensando em me ter, desejando-me em seus braços, delirando por meu beijo. Eu vou fazer tudo ficar bem fácil. Cortarei o mal pela raiz.

Guardei a faca dentro de um lenço de seda vermelho como sangue, como seu sangue. Coloquei-o com todo o cuidado em minha bolsa e olhei-me no espelho.

Fitei minha pele alva, meus olhos verdes e meu cabelo escuro, totalmente liso. Vestia um vestido preto, justo e tomara-que-caia. Era lindo, perfeito para a ocasião.

Caminhei reta até o bosque, sem olhar para trás nenhuma vez. Já era noite e fazia frio. Não precisei de casaco, não era necessário, meu nervosismo me aquecia.

Cheguei a tal clareira, você estava de costas para mim, olhando à lua minguante.

_Nicolas – chamei, com uma voz suave, gentil.
_Ah! Elisa, nem te vi chegando, querida. – ele falou, se aproximando para me beijar. Desviei o rosto.

Ele me olhou desconfiado, observou o que vestia e perguntou para onde eu iria tão bem arrumada.

_Já estou aqui. – respondi.

Nicolas me encarou confuso, sem entender o que eu queria dizer.

_Eu te amei, loucamente, Nicolas. Desde que era pequenina. Sempre sonhei em estar do seu lado, em te chamar de meu. – comecei, olhando fixamente em seus olhos – e você nunca deu a mínima. Estava sempre mais interessado em meninas mais bonitas ou mais inteligentes que eu.
_Eu te amo, minha lin- ele começou, tirando alguns fios de cabelo de meu rosto e colocando-os atrás de minha orelha.
_Eu sei – murmurei, deixando uma lágrima escorrer solitária -, querido.
_Então? Por que diz essas coisas tristes, se temos um ao outro nesta noite tão linda?
_Finalmente você se apaixonou por mim. – disse, encarando seu olhar ainda confuso.
_Sim. Já não era bem tempo, não é mesmo? Sei que demorei, amada, mas não pretendo te abandonar, nunca. Eu juro.

Aproximei-me dele, sorrindo, envolvi seus ombros com meus braços e, com uma mão livre abri a bolsa. Segurei, firmemente a faca e retirei-a de onde estava.

_Suas promessas não importam mais para mim. – sussurrei, no pé de seu ouvido. – Eu não te amo mais. Mas sou boa, diferentemente de você. Não vou permitir que sofra por minha causa, por isso, acabarei com o seu sofrimento antes que ele se quer comece.

Cravei, rapidamente, a faca em suas costas. Afastei-me e o vi cair no chão. Sangrava muito.

_Adeus. – disse, com a voz extremamente gentil.
_Elisa... – chamou, com a voz que lhe restava.

Caminhei lentamente de volta para casa. Novamente, sem olhar para trás.






*Fim*

Espero que tenham gostado. E lido até o final.

Beijos

Harry Potter, mais do que simples Magia


[lumus]Escondida em meu quarto, leio no escuro, sob grossas camadas de cobertores que não vazem luz alguma. [Reducto] Uso o feitiço para matar algum bicho voador que ameaça minha estabilidade emocional e, consequentemente, minha clandestinidade nas sombras. [accio] Convoco uma pena até mim, afinal, quero marcar as páginas em que morri figurativamente, mesmo que isso seja como marcar minha pele à fogo. [Bombarda] o Feitiço ecoa em minha mente, enquanto imagens de Sírius voando em Bicuço me assombra os sonhos. Ele não devia estar fugindo. [Abaffiato] Usado nas diversas vezes que não quis que Dolores Umbridge ouvisse nossas conversas. [Prior encantatem] Foi o feitiço usado para descobrir o último feitiço que Dumbledore lançou, aquele que me salvou a vida. [Avada Kedavra] Voldemort me ataca, mas não me mata, somente destrói sua própria Horcruxe. Agora só falta Nagini... Neville dá conta dela... E agora já está na minha hora. A qualquer momento alguém pode passar por aqui, ver a luz acesa e querer saber porque estou escrevendo como Harry Potter... Melhor não dar motivo para falarem... Afinal, Harry Potter foi e sempre será uma verdadeira lenda... [Nox]

Harry Potter foi o primeiro livro que eu li por livre e espontânea pressão (A pedra Filosofal), o primeiro livro que eu me desesperei para ler tudo (O prisioneiro de Azcaban), o primeiro livro que eu chorei por ter chegado ao fim (A ordem da Fênix), os primeiros livros que eu realmente me emocionei (o Enigma do Principe e As relíquias da morte), a primeria série que eu me viciei...
Harry Potter foi e sempre será a coletânea que me introduziu no mundo literário, os livros que me fizeram roer as unhas e comer as páginas. Eu amo, idolatro e defendo até o fim. Tenho orgulho de ter vivido no mesmo século que Joanne Rowling... A 'rainha' das escritoras, minha 'mãe' no mundo bruxo..
Eu só tenho a Agradecer imensamente a essa mulher, que tanto fez por milhares e milhares de leitores ansiosos e alienados.
Sei que a intenção do blog não é essa, mas eu me senti quase que obrigada a explicitar meu amor (verdadeira adoração pela série)
Obrigada a todos que leram :}

Ps: Todos os textos são de minha autoria, só para deixar claro :}

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Make me your QUEEN




Nossa, esse filme é TUDO!

Sério, a Natalie deu um banho de atuação na Scarlett, mas tá tudo tão ótimo *-------*
Aaaii Henrique VIII.... Imagina se fosse do século XXI? Aimeupapai!!

Sinopse: Ana (Natalie Portman) e Maria (Scarlett Johansson) são irmãs que foram convencidas por seu pai e tio ambiciosos a aumentar o status da família tentando conquistar o coração de Henrique Tudor (Eric Bana), o rei da Inglaterra. Elas são levadas à corte e logo Maria conquista o rei, dando-lhe um filho ilegítimo. Porém isto não faz com que Ana desista de seu intento, buscando de todas as formas passar para trás tanto sua irmã quanto a rainha Catarina de Aragão (Ana Torrent).

Ficha técnica:
título original:The Other Boleyn Girl
gênero:Drama duração:01 hs 55 min ano de lançamento:2008
stúdio:BBC Films / Focus Features / Ruby Films / Relativity Media / Scott Rudin Productions
distribuidora:Columbia Pictures / Imagem Filmes
direção: Justin Chadwick
roteiro:Peter Morgan, baseado em livro de Philippa Gregory
produção:Alison Owen e Scott Rudin música:Paul Cantelon
fotografia:Kieran McGuigandesenho de produção: -->
direção de arte:David Allday, Matthew Gray e Emma MacDevitt figurino:Sandy Powell
edição:Paul Knight e Carol Littleton efeitos especiais:Moving Picture Company

Assistam! É muito bom, vale muito a pena!!!

domingo, 16 de agosto de 2009

Hm, oi!

Então, eu vi a idéia desse blog nascer, haha. Ou quase isso.
É bem legal estar aqui pra postar, mesmo que seja só um post de apresentação. Tentem não dormir enquanto eu falo, por favor. hahaha.
Pois bem, meu nome é Clara, tenho quase 18 anos (acho que sou a vovó desse blog, não?) e estou cursando o terceiro ano do E.M. (o que pode me impedir de postar aqui com uma frequência enorme, mas farei meu melhor). Sou uma menina multiuso. Digo, sou envolvida em mil coisas como: estudar-para-o-vestibular; fazer posts no site brasileiro do Zac Efron (love of my life!), onde eu sou newsposter; escrever mil projetos (inclusive meu livro: Mocassins & All Stars) e ter mil ideias para novos. Mas ok, eu vou tocando a vida, vou sobrevivendo. hahaha. Como se não bastasse isso tudo eu ainda inventei de entrar aqui no Contando Estórias. Não que eu esteja arrependida, muito pelo contrário. Eu vou dar conta de fazer marabalismo com mais uma coisa, sem problemas. Sou super grata pelo convite.

Mas deixe-me dizer que apesar deu ser uma das pessoas mais preguiçosas ever, eu nunca JAMAIS abreviarei o nome desse blog. CE é o nome do caderno de exercícios que eu tenho que fazer toda semana pro colégio. CRUZES, céus! hahahaha.

Enfim, eu não tenho absolutamente nada pra dizer além de oi. Juro que meu próximo post vai ser muito mais construtivo. Já disse que sou multiuso? Posso falar do maravilhoso livro que acabei de ler e terminar em política sem o menor problema. Hááá, me chamaram, agora me aturem!

Beijos, leiameulivro ;*
KKKKKKKKKK

Influenza A/H1N1

AAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHH
Alguém diz pelo amor de Deus que é tudo palhaçada e nós ainda estamos no dia 17 de Julho e de férias! (não que eu esteja reclamando, não aguento mais ficar em casa, vendo as mesmas pessoas/paredes)

Acontece que com esse surto de gripe suína, a maioria (ok, acho que todos) dos colégios do Rio de Janeiro adiou suas aulas para o dia 17 de Agosto. (Eu, no caso, tive exatos 30 dias de férias. Entrei dia 17/07 e volto agora dia 17/08)
Como ficamos felizes com o adiamento, mais DUAS semanas de férias!!!

Agora vejamos as consequencias...
- Aulas aos sábados
- Adiamento das férias de Dezembro
- Professores neuróticos com cada espirro que dermos
- Copos/garrafas de uso individual, sem qualquer chance de empréstimos (ou seja, ai de você caso esqueça a água no congelador - sou mestre nisso :})

Muita gente aprova as aulas aos sábados (eu sou uma delas). Afinal, acho melhor do que ficar Dezembro indo pro colégio. Mas tá, eu aprovo AULAS, e não TESTES! 3 testes em cada sábado não é nada agradável, certo?

Então, por favor, me digam que ainda é meu primeiro dia de férias e tudo isso foi um sonho - nem existe gripe suína, pra começar :}


Fatos:
- A gripe suína não é fatal na maioria dos casos.
- Não podemos nos deixar dominar por um vírus.
- Nem todo mundo que tosse/espirra/tem febre está com o H1N1
- Adiar duas semanas de aula não exterminou com a gripe; apenas deu tempo dos colégios se prepararem (o que eles podiam ter feito em 1/2/3 dias)
- Não somos Paris Hilton e não achamos que a influenza A/H1N1 se pega comendo PORCO.

sábado, 15 de agosto de 2009

Dica de Livro: O Beijo das Sombras

Cá estou eu again para falar sobre um livro. Muitos dos meus posts serão sobre isso, porque eu como livros. E, sempre que eu achar uma novidade que, mesmo eu não tendo dinheiro *nahora* para comprar, vou postar aqui! ^^


A dica de hoje é o primeiro volume de uma nova série vampiresca chamada "Vampire Academy". Chama-se "O Beijo das Sombras" e foi lançado no Brasil no mês passado, mas que não teve muita divulgação. Com todo esse alvoroço de mundo vampírico, graças a "Crepúsculo" *meuvíciocompleto*, as histórias dos sugadores de sangue estão a todo o vapor. É só abrir a internet, ver TV ou ter um pombo correio.

A série é composta por 6 livros, sendo que os três primeiros já foram lançados nos EUA, o quarto será lançado dia 25 de agosto de 2009 e o quinto será lançado ano que vem. Em relação ao último, não existe nenhuma previsão concreta. Como eu disse antes, somente o primeiro foi lançado no Brasil *mundosubdesenvolvido* e não se tem previsão para o lançamento do segundo por aqui.
O livro é escrito pela autora Richelle Mead e é narrado em primeira pessoa por Rose Hathaway, uma dampira. Sim, não é sacanagem. Dampiros são metade vampiros e metade humanos que vivem para se tornarem guardiões dos Moroi, a alta classe vampira no mundo de Richelle. Lá vai uma pequena amostra do apaixonante e envolvente enredo vampiro.
"Você foi beijada pelas sombras! Você tem que tomar conta dela! Quanto mais Lissa usar essa magia, pior vai ficar. Impeça-a, Rose. Impeça-a antes que descubram, e a levem embora também. Tire-a daqui. Salve-a de si mesma!
Lissa Dragomir é uma adolescente especial, por várias razões: ela é a princesa de uma famí­lia real muito importante na sociedade de vampiros conhecidos como Moroi. Por causa desse status, Lissa atrai a amizade dos alunos Moroi mais populares na escola em que estuda, a São Vladimir. Sua melhor amiga, no entanto, não carrega consigo o mesmo prestí­gio: meio vampira, meio humana, Rose Hathaway é uma dampira cuja missão é se tornar uma guardiã e proteger Lissa dos Strigoi - os poderosos vampiros que se corromperam e precisam do sangue Moroi para manter sua imortalidade. Pressentindo que algo muito ruim vai acontecer com Lissa se continuarem na São Vladimir, Rose decide que elas devem fugir dali e viver escondidas entre os humanos. O risco de um ataque dos Strigoi é maior, mas elas passam dois anos assim, aparentemente a salvo, até finalmente serem capturadas e trazidas de volta pelos guardiões da escola.
Mas isso é só o começo. Em O beijo das sombras, Lissa e Rose retomam não apenas a rotina de estudos na São Vladimir como também o conví­vio com a fútil hierarquia estudantil, dividida entre aqueles que pertencem e os que não pertencem as famí­lias reais de vampiros. São obrigadas a relembrar as causas de sua fuga e a enfrentar suas temí­veis consequências. E, quem sabe, poderão encontrar um par romântico aqui e outro ali. Mais importante, Rose descobre por que Lissa é assim tão especial: que poderes se escondem por trás de seu doce e inocente olhar? Richelle Mead dá uma nova face à literatura vampiresca com este romance: mais ácida, apimentada e inteligente do que nunca, a saga dos Moroi e seus guardiões surpreende pelas reviravoltas e pela ousadia desses cativantes personagens."
E então? Empolgante não é? E, eu posso garantir que é muito mais do que isso e o final e surpreendente. Eu estou quase lendo o segundo pelo computador, mas estou me mantendo firme e forte para esperar o lançamento. Só que eu já baixei o segundo, so...
Para quem não se aguentou e já quer sair comprando, aqui está o link do submarino:
Agora, para aqueles indecisos *emãodevacas* que não querem gastar sua graninha em vão, aqui está o link da comunidade e do fã site do livro para mais informações:
Gostaram? Espero que sim...
Beijinho de Brigadeiro ;*

Ooi gnt. :]

sou a lauritcha OU a dreams.. como quiser, =)
fiiquei tão feliz quando a Maari me chamou pra fazer parte do CE. *-* ,(aliás amei a forma reduzida, HAHA. =))
bom, eu tenho um pouquinho de todo mundo aqui: a preguicite aguda da Meel, a vontade de contar o final das histórias quando faço propagandas da Maari o_o'
e o pensamento de que quando a Liine (intima já. hoho, ;O) entrou pro blog tudo ficou maiis divertido. IAUSDHIUASDHIUASDH, =)
como já falaram aii, vamos falar de tudo e espero que vocês gostem. :D
ahh! peço pra que, quem for jogar o jogo do Hotel 626
entrar o mais rapido que puder no banheiro. o_o'
e tentem sair de lá porque eu não consegui e dai desisti de jogar. :}
e siim, eu tmbm acho muita sacanagem a gnt
só poder jogar depois das 18hrs! ò_ó
eu queria jogar de tard porque meus pais estão em casa e nem posso, rs. u_u'
bom, vou iindo. tchau, tchau. :)

Oi, pessoas!


Tá bom, eu levei alguns minutos para me recompor depois do choque. Gente! Eu recebi um convite para participar do CE (Contando Estórias, duuh! É que eu sou muito preguiçosa e não vou ficar escrevendo Con-tan-do Es-tó-ri-as a cada três linhas. Não que eu seja uma pessoa repetitiva que fica escrevendo a mesma coisa a cada três linhas. Não sou. Não sou repetitiva. Não sou. Repetitiva? Não. Eu não sou repetitiva. Tá, parei. Nem teve graça)! Não é MUITO tudo de bom?

Acabei de perceber que escrevi uns trinta “nãos” no parágrafo de cima. Tsk, tsk, tsk. E depois eu falo que não sou repetitiva. Vai entender...

Nossa! Eu fiquei aqui boiando e esqueci de me apresentar.

Oi, eu sou a Mel,

“Oooooooii Meeeel”

e eu vou participar desse blog, o CE (também conhecido como... Contando Estórias! Tcharan!), postando minhas maluquices e tudo mais.

“Ooooooh!”


Bom, acho que é só isso. Humm... tem mais alguma coisa que eu estou esquecendo de falar? Acho que não.





Ah! Eu tenho 14 anos. E essa informação não é lá muito importante, então não liguem para ela.

Certo, melhor eu parar de escrever aqui. Pelo menos por enquanto. Afinal, eu vou continuar postando e postando e postando até vocês se cansarem de mim. E eu vou terminar esse post logo também porque já escrevi muito e não quero ser considerada louca. Vocês me consideram louca?

A primeira impressão tem que ser boa, não é mesmo?

Acho que eu não causei uma boa primeira impressão....


xxxx,

Mel.

Reinado Vermelho

É por meio deste que venho... fazer propaganda ;)
nossa... que jeito de falar... ok,ok, vou consertar
tá, não vou não. u.u
Eu ia fazer propaganda do Livro do Doug (Douglas Marques, membro), Nebulosa, maaas deixa que ele faz que vai com certeza ficar melhor :}
Então eu venho realmente recomendar um outro livro, Reinado Vermelho, escrito por uma adolescente (tá, ela tem 18 anos). O nome dela é Chaiane Alves Quadrado (tá, eu adoro o sobrenome dela *u*) e pode ser encontrado facilmente na NRA (vide link ao lado), mas para facilitar, eu coloco aqui em baixo o link direto. :}
- Bem, conta a história de uma garota, Samantha, que... ODEIO fazer sinopses. Nunca consigo sem contar o final de tudo u.u
Entâo, posto aqui o Prefácio (e rezo enlouquecidamente que não tenha problema pra Chai):
Era estranho estar revivendo este momento, exceto pelo lugar onde estávamos, o resto era igual a primeira vez.Eu conseguia ouvir os pássaros cantando lá fora, anunciando que uma nova manhã começara.Pela pequena janela eu via o céu azul, sem nuvens, o início de um novo belo dia. E as pessoas se alegrariam ao ver uma imagem tão bonita.Todos tão alheios a minha vida, tão alheios ao fim da minha vida.- Promete que sempre vai me amar?- Prometo, sempre, por toda a eternidade.- Eu vou salvá-la, vou mudar seu destino, nem que seja a última coisa que eu faça.
Então, em breve RV terá download em arquivo :}
(nem que eu tenha que fazê-lo sem que a Chai saiba g.g Mas agora ela vai saber quando ler isso u.u Dammit; Ops.. sorry

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Um Olá para os navegantes

Olá! É sempre assim que se começa um post novo, em um blog novo, com pessoas novas que querem se divertir? Se não for, foi uma bela tentativa. Eu já perdi a noção de quanto tempo eu não escrevo em um blog. Não custa recomeçar, não é?

Eu adorei o convite da Marii. Simplesmente dei pulinhos quando fui chamada. E depois, quando a Lauriitcha (xD) entrou na equipe e eu pude conhecê-la, foi muito mais divertido. Somos ainda uma equipe pequena dando passos de bebê, mas que quer ter todas fases da vida. O aprendizado de uma criança, a diversão e euforia de um jovem, a responsabilidade de um adulto e o carinho que nossos vovôs tem conosco!

Vamos falar de tudo. Livros, música, moda, filmes, cultura, notícias, política (isso não vai ser comigo... xD) e o que mais der aqui. O mais importante é que vamos nos colocar nisso. Vamos simplesmente nos divertir e esquecer os problemas mundanos por aí...

Love Story

Nossa, como bastante gente sabe, eu comecei um romance medieval, com direito a princesas, princepes e amor proibido. E minha maior surpresa foi quando, numa bela manhã ensolarada (talvez não estivesse tão ensolarada assim), eu perguntei a um amigo (Doooug, oi) que tipo de música que podia colocar como trilha sonora. Na mesma hora ele disse "Love Story" da Taylor Swift. Na hora eu achei meio idiota, e que não ficaria bem. Mas... depois de ver o clipe...

Sem dúvidas, acho uma das melhores músicas dela (dúvida entre Teardrops on my guitar) e o melhor clipe, EVER!




Love Story - Taylor Swift

We were both young
When I first saw you
I closed my eyes
And the flashback starts
I'm standing there
On a balcony in summer air

I see the lights
See the party the ball gowns
I see you make your way
Through the crowd
And say Hello
Little did I know

That you were Romeo
You were throwing pebbles
'Till my daddy said Stay away from Juliet
And I was crying on the staircase
Beggin' you Please don't go

And I said

Romeo take me
Somewhere we can be alone
I'll be waiting
All that's left to do is run
You'll be the Prince
And I'll be the Princess
It's a Love Story
Baby just say Yes

So I sneak out
To the garden to see you
We keep quiet
Cause were dead if they knew
So close your eyes
Just keep this down for a little while

Cause you were Romeo
I was a Scarlett Letter
And my daddy said Stay away from Juliet
But you were everything to me
And I was beggin' you Please don't go

And I said

Romeo take me
Somewhere we can be alone
I'll be waiting
All that's left to do is run
You'll be the Prince
And I'll be the Princess
It's a Love Story
Baby just say Yes

Romeo save me
They're trying to tell me how to feel
This love is difficult
But it's real
Don't be afraid
We'll make it out of this mess
It's a Love Story
Baby just say Yes

I got tired of waiting
Wonderin' if you were ever comin' around
My faith in you was fading
When I met you on the outskirts of town

And I said

Romeo save me
I've been feelin' so alone
I keep waiting for you
But you never come
Is this in my head?
I don't know what to think
He knelt to the ground
And pulled out a ring

And says

Marry me Juliet
You never have to be alone
I love you
And that's all I really know
I talked to your dad
Go pick out a white dress
It's a Love Story
Baby just say Yes

Oh oh
Oh oh oh

Cause we were both young
When I first saw you

(letra retirada do Vagalume e vídeo do Youtube)

Olá :}

Bem, sou apenas uma garota de quase 17 anos entendiada e sem nada pra fazer nas férias.
Como a coisa que eu mais faço é apertar o F5 no fórum da NRA (comunidade no orkut "NOSSOS Romances Adolescentes), resolvi fazer algo útil e criar isso aqui g.g

Como eu disse, sou só uma adolescente, mas apaixonada pelos livros e romances, com aspiração à jornalista :} Portanto, dêem um desconto :}

Só isso por enquanto...

Beijos!

NRA:
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=42996106